31 de julho de 2009

Drogas e Violência

É muito cruel e desastrosa essa parceria. Sofre a vítima, sofre a família e os amigos e sofre a sociedade. Sofre  a vítima, o usuário, com o mal físico e psicológico provocado por todo tipo de drogas. Sofre a família e os amigos, com a perda de um uma pessoa querida que sai do convívio afetivo de  seu grupo e sofre a sociedade, com os gastos vultosos que o poder público é obrigado a fazer com todo tipo de ação, seja preventiva, coibitiva ou curativa para minimizar os efeitos desse terrível mal.
É uma guerra violenta travada com um inimigo que não dá tréguas e pelos noticiários que todos dias vemos na mídia, parece que estamos perdendo. Entendo que, como outros problema que afligem a sociedade brasileira, existem muitas vertentes que conduzem um jovem a entrar por esse caminho. A primeira seria a estrutura familiar, que precisa dar um berço à criança. Mas para se estruturar a família precisa de uma macroestrutura, ou seja, que a sociedade lhe dê condições de trabalho digno, de saúde e de moradia. Outro aspecto seria a educação. Uma criança/adolescente que tenha freqüentado uma escola de qualidade e que portanto tenha tido informação e formação, consegue se posicionar diante do convite vil da droga. Por último, formando o tripé desse equilíbrio psico-emocional que colocará o jovem ileso a esse mal, é a religião. Suporte espiritual que dará ao jovem a alegria de viver, livrando-o de qualquer depressão. Assim, com esse forte embasamento, emocional da família, cultural da escola e espiritual da religião, a pessoa humana tem forças para evitar esse vício.
Bem, o outro lado da questão – a violência – é simplesmente conseqüência. Todos nós sabemos que o dependente sem recursos financeiros, pratica qualquer crime para satisfazer sua necessidade. Principalmente o latrocínio e o homicídio. Daí vem a repressão e a necessidade de mais presídios e portanto mais gastos públicos para simplesmente retroalimentar o crime, pois como já se apelidou, nossos presídios estão mais para universidades do crime do que para recuperação social.
Assim sendo penso que a responsabilidade desse combate é de todos nós. Pais, professores, detentores de poderes  no âmbito do legislativo, do judiciário e do executivo. Pois se vencermos será uma vitória de toda a sociedade e se perdermos, toda a sociedade será derrotada. Portanto vamos nos unir e dar as mãos, principalmente, àqueles que já estão na frente de batalha, se dedicando em trabalhos voluntários e abnegados em prol de causa tão justa.

José  Moreira Filho
Acadêmico da ALAMI
moreira@baciotti.com

11 comentários:

  1. JOSE ARNALDO VICTOR DE JESUS1 de agosto de 2009 09:18

    ENTENDO QUE O PROBLEMA DAS DROGAS ESTA LIGADO A FALTA DE POLITICAS PÚBLICAS MAIS EFICIENTES, CONTUDO O COMBATE TAMBÉM PARTE DAS FAMILIAS, POR VEZES FALTAR DIALOGO DOS PAIS COM OS FILHOS. É PRECISO TB PROCUREM ENCAMINHAR SEUS FILHOS A RELIGIOSIDADE. ISTO TB É FUNDAMENTAL

    ResponderExcluir
  2. Excelente artigo!
    Realmente as drogas + violência (não necessariamente juntos) são uma degradação de nossa sociedade.
    Que este artigo seja repassado e assim refletido com muita atenção... e consequentemente que haja AÇÃO por parte de todos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Concordo que os seguimentos citados dão sustentação e equilíbrio aos indivíduos, contudo penso que a grande defasagem existente nas pessoas, hoje, é a falta de Deus (religiosidade), pois Ele é o principio de tudo. Sou educadora e é nítida a diferença entre os jovens que são cristãos (independente da religião) e os que não possuem esta vivência.
    Tanto é verdade, que comumente vemos casos de adolescentes envolvidos com drogas, matriculados em bons colégios e pertencentes a famílias estruturadas culturalmente e economicamente, porém sem princípios religiosos.

    ResponderExcluir
  4. ana cristina marcatti2 de agosto de 2009 08:30

    eu entendo que na maioria das vezes jogam a culpa por usar drogas na familia, mas não concordo nunca fui estimulada pela minha familia convivo com muitos conflitos na minha familia desde pequena meu pai é alcolotra e muito agressor pisicologico não gosta dos filhos nunca nos ajudou e so judia da minha mãe, mesmo assim na escola sempre me chamaram para usar drogas e eu nunca nem esperimentei, mas hoje sofro pois meu namorado é usuario é eu nem desconfiava, eu vivo dia dia sendo trocada pelas drogas como fui desde criança trocada pela bebida diante do meu pai

    ResponderExcluir
  5. Na minha opinião a violência é degradação da sociedade.É necessário que a sociedade entenda todo esse prrincipio de equilibrio mental para com essas pessoas que passam por tais situações nossa união é a melhor solução contra a violência!

    ResponderExcluir
  6. Cada caso é um caso...acho que não adianta colocar a culpa em ninguém, porque como foi citado por alguém acima, existe pessoas cheias de problemas, e as portas do mundo das drogas lhes são abertas e elas fogem... Há casos que pessoas com toda assintencia familiar vão atrás em busca...Há familias com vários filhos, e só um é usuário...Há usuários que querem ajuda...outros, não...É nesse momento que bate a impotência...O que fazer????Orar por eles??!!!Oração sem ação não é o suficiente.
    pra mim isso é consequencia de fendas psicológicas e que teria que serem reparadas bem no início da infancia, por que? Porque dificilmente o adolescente aceita fazer terapia...e qdo criança pode ainda serem dominadas pelos seus responsáveis. Então...quem pode bancar seções de terapia? Poucos, pelo sesus custos... Talvez uma escola pra reeducação dirigidas por profissionais dessa área...nesse momento estou de mão no queixo...

    ResponderExcluir
  7. marcia regina lisboa6 de agosto de 2009 17:29

    Realmente o nossso mundo esta virado para as drogas e outros vicios..desestruturando familias escolas e... em minha opiniao se o governo em 1º lugar estabelecer medidas para serem cumpritas estabelecendo horarios pra tais tipos de bailes festas e tudo ke gera bebidas e musicas e vara a noites ... devem ter horarios ..e serem cumpridos nao ke axo ke os jovesn e outros nao tenha direito de se divertir . mas ai ja ameniza o consumo de bebidas e outros.. se junto os conselhos tutelar policia militar e escolas e familias e comunidades projetos e igrejas nao se unirem e tomar conhecimento da proporçao em ke estamos vivendo.... sera imposivel combater estas violencia e o consumismo de drogas e bebidas e gerando conflitos
    Sou voluntaria de grupos de apoio a pais e jovens ke sofre com este tipo de situaçao e com a esxperiencia ke no decorrer destes meus 50 anos.ja aprendi e tenho por experiencia na familia ke passa por estes problemas e nao nada agradavel ... para kem esta do lado de fora é sempre a mesma resposta fulano so anda com as mas compahias mas nao bem assim tudo e todos tem culpa por estamos sendo muito permissivos kom estas tecnologia e os absurdos ke a tv apresenta e por ai vai .. Por ke temos ke sempre dizer ao filho ou a kem esta nesta situaçao ..EU AMO MAS NAO ACEITO KE VC ESTA FAZENDO DE ERRADO .... e comvido a kem interresar procure em sua cidade um grupo de ajuda eu trabalho com o programa do AMOR EXIGENTE. ....O AMOR EXIGENTE...(A E) É UMA REDE DE PAIS,PROFESSORES,JOVENS,E PROFISSIONAIS KE TRABALHAN JUNTOS PARA PROMOVER MUDANÇA NA DE NOSSOS FAMILIARES,A DELICADEZA,O AMOR,OS VALORES A ETICÁ E ESPERITUALIDADE SAO MUITO IMPORTANTE PARA ACOLHER COMPRENDER INTEGRAR E AJUDAR A ESCOLHER AQUILO QUE FOR O MELHOR para os nosos ... A POUCOS DIAS TEVE UM GRANDIOSO ENCONTRO DE PROFESSORES VOLUNTARIOS E PESSOAS DE RENOME COMO O SHR AUGUSTO CURRY E O Pe HAROLDO. JOSEPH RAHM SJ
    ENTRE OUTROS ...FOI REALIZADO EM VITORIA .... E EU FIKEI DESEPECIONADA KE ESTE TIPO DE ENCONTRO E ENTRE OUTROS KE VEMOS KE TEM MUITOS FAZENDO POR UM MUNDO MELHOR E UMA QUALIDADE DE VIDA MELHOR A NOSSO FILHOS E JOVENS MAS ...IMFELISMENTE.... KE ESTES TIPOS DE PROPOSTAS AMOR EXGENTE ( A.E ) NAO SAO DIVULGADA :::
    POR QUE SERÁ????
    SERA PKE NAO DA AUDIENCIA na midia???
    .NOSSO GOVERNOS E OUTRAS PESSOAS KE SAO RESPONSAVEIS DA COMUNICAÇAO NAO SE INTERRESSSAM PK AINDA NAO ACONTECEU NA VIDA DELE ...
    . O mundo ke vivemos é reflexao da educaçao de nosssos filhos..OS PROBLEMAS DA FAMILIA TEM RAIZES NA ESTRUTURAÇAO ATUAL DA SOCIEDADE.
    O amor com respeito,sem egoismo sem comodismo deve ser tbém um amor que orienta,educa e exige,,Os pais devem estar ALERTA e ser capazes de amar seus filhos de modo a fazer por eles o que precisa ser feito,sem pena deles ou de si propios..o "A E" ENCORAJA A PESSOA A AGIR EM VEZ DE SÓ FALAR CONTROI A COOPERAÇAO FAMILIAR E COMUNITARIA E DESENCORAJA A AGRESSIVIDADE A VIOLENCIA.....
    SOZINHOS ESTAMOS PERDIDOS... EM COMUNIDADE,ENCONTRAMOS NOSSA FORÇA.. .

    ResponderExcluir
  8. eu comcordo com a isabel ferreira

    ResponderExcluir
  9. Drogas e violência são dois problemas sociais que infelizmente teremos por muito tempo, não que eu seja pessimista, mas sim realista. O livre arbítrio de que cada pessoa é dotada nos dá condição de optarmos por umas e outras alternativas de vida. Ao meu ver, uma boa estrutura familiar e sólida, Deus no coração, capacidade de dicernimento, menos injustiça social e objetivo de vida são alguns fatores essenciais para livrar, principalmente, nossos jovens do submundo das drogas e da violência. Ainda acredito numa sociedade mais fraterna, mais humana e mais religiosa.

    ResponderExcluir
  10. oi , tenho 13 anos e me chamo gabriely .
    estou pesquisando nesse site , e achei ótimo a bibliografia ! PARABEINS .
    as drogas realmente nao compensa
    bj :*

    twitter : @gabs_santos

    orkut : http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=6101554370143634493

    ResponderExcluir