26 de setembro de 2009

Evolução

O homem foi criado para ser feliz. Esse foi o objetivo de Deus. O Criador, na sua infinita sabedoria, ao criar o homem dotou-o de livre arbítrio, para que suas ações fossem avaliadas. Assim, quando o nosso cão nos defende de um inimigo ele não tem que ser elogiado por esse fato, pois o motivo que o levou a isso foi o seu instinto. Porém, o homem que é racional, livre e emocional, esse sim, quando pratica uma boa ação é digno de nota e quando pratica o mal merece ser castigado. Pois ele pode ter a liberdade de escolha e o faz embasado em sua formação moral, religiosa e psicoemocional adquirida com o passar dos anos. Mas o homem pode evoluir. É uma condição intrínseca ao seu ser. Sabemos também que ele é um animal político por excelência. Portanto carece do convívio de seus semelhantes.
Se observarmos as pedras soltas do leito dos rios veremos que  são roliças, isso porque com o passar dos tempos a correnteza se incumbe de atirar uma contra as outras o que vai aparando suas arestas. Com isso o atrito vai diminuindo gradativamente até parecerem simples esferas engraxadas. Assim também o homem precisa de seus semelhantes para que nos esbarrões, encontros e embates tenham suas arestas aparadas.
Assim, cabe-nos usar  nossa inteligência e razão para aproveitarmos o atrito com um irmão para dar mais um passo na nossa evolução espiritual.
Às vezes fico imaginando como seria bom se nossa sociedade fosse como uma colméia  onde na convivência permanente, no vai e vem do dia a dia fôssemos nos  conhecendo, percebendo claramente as limitações de cada um e contribuindo para que as mesmas fossem aperfeiçoadas.
Nós fomos criados como pedras brutas, mas temos que aproveitar o rio da nossa vida para em contato com nossos semelhantes nos burilarmos e aperfeiçoarmos nosso espírito. Darmos cada dia um novo passo na nossa evolução espiritual. Não deixar nunca que minha diferença com alguém seja motivo de desânimo ou desarmonia para o meu crescimento como pessoa. Eu sou inteiramente responsável pelos meus atos. Não dá para encobrir os meus defeitos evidenciando os dos outros. Nós temos um compromisso com Deus – sermos felizes. Para isso temos que descobrir onde está a felicidade. E quase nunca ela está onde a colocamos
Estamos vivendo épocas difíceis. O momento sócio-político que vivenciamos, para não dizer só o econômico, deixa-nos deveras tensos. Em vários canais de televisão, o que vemos só nos aumenta o pânico em relação a nossos filhos e netos. Destaque atualmente para os horrores da pedofilia. A justiça é clamada aos quatro ventos e o eco é mal ouvido. A pressão no trabalho é grande para quaisquer que sejam  nossas atividades. Não obstante tudo isso, ao adentrarmos a porta do nosso lar tudo deve ficar lá fora. Devemos nos lembrar que todas as nossas ações são geradas em nossa cabeça, em nosso cérebro, através de nossos pensamentos. Se biologicamente somos o que comemos, espiritual e filosoficamente somos o que pensamos. Portanto, se gerarmos bons pensamentos, produziremos boas ações e consequentemente poderemos minimizar o efeito maléfico do mundo-cão.
Por finitos que somos, não nos é dada a opção de sermos perfeitos, mas que, pelo menos, sejamos justos.
José Moreira Filho
Membro da ALAMI
moreira@baciotti.com

20 comentários:

  1. Excelente artigo, sr. Moreira!
    Adorei! Um Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Mais do que ter a oportunidade de lermos esse texto é colocar em pratica...exelente!!!
    Maravilhoso

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Parabéns pelo excente tema. Abordando diversos assuntos, o qual é fato do nosso dia a dia. Obrigado pelas pavras, e que possamos nós, aprender a cada dia, um pouco mais de nós mesmos.
    Abraços,

    Jeanh

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso!!!!!! Ler mensagens como esta, só nos ajuda a melhorar o nosso interior e poder ajudar , a transmitir para os menos exclarecidos.
    Obrigada .

    ResponderExcluir
  5. PARABÉNS.... SER HUMANO NÃO É NADA FÁCIL.

    ResponderExcluir
  6. Zelice Tourinho Dantas26 de setembro de 2009 21:20

    Parabens!
    Seu texto tem um enfoque perfeito, muito instrutivo e esclarecedor.
    Gostaria muito de receber outros com o mesmo nível e qualidade deste.
    Paz

    ResponderExcluir
  7. MARIA AUGUSTA MOREIRA ALVES MOURA DAS CHAGAS26 de setembro de 2009 22:01

    BELAS E BOAS PALAVRAS CARO "CUNHADO"

    ResponderExcluir
  8. Amei seu artigo! É lindo e verdadeiro, abraços,

    ResponderExcluir
  9. Vivemos de forma Microcósmica dentro do Macrocosmo, ambos complementam-se, ora somos um ora somos outrém.
    Por mais que chegam-nos informações de certas negatividades do mundo Comteporâneo, ainda assim nunca paramos com a evolução da espécie.
    Privilegiados somos por este upgrade que Deus permitiu para nossas vidas.
    Á Perfeição não serás alcançada, do contrário pararíamos de evoluir.
    O momento presente é o perfeito-eterno, passado e futuro é questão de credulidade.
    O Todo é a Unidade.

    Fábio Wetterer

    ResponderExcluir
  10. Lindo ...facil de enteder....só falta coloca-lo em pratica no nosso dia a dia....

    ResponderExcluir
  11. Amei!.. Uma pérola trocada em miúdos para nós os pequenos.

    ResponderExcluir
  12. O PROGRESSO É LENTO, PORÉM CONSTANTE.
    UM DIA TODOS SEREMOS HOMEM DE BEM.
    PARABÉNS PELO SENSATO ARTIGO.

    ResponderExcluir
  13. Adorei seu artigo!!
    Parabéns pelo seu artigo!!!!!!
    Espero que desperte nas pessoas essa vontade
    de mudar, a cada dia sempre para melhor .
    Se as pessoas que teve acesso e a oprutunidade de lê esse artigo
    devem tentar colocar em prática metade , do que leu e entendeu estaremos melhorando um
    pouco esse mundo que caminha para UMA GUERRA
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  14. Muito bom!!!
    Gostaria que todos os seres já pudessem entender um poco sobre o amor divino. Gosto muito de receber mensagens salutares

    ResponderExcluir
  15. Muiiito interessante seu artigo, esta de parabéns!!!

    ResponderExcluir
  16. Faaala meu grande amigo e pelo que percebo Ir.'. Tiago, gostei do artigo, acabei de descobrir seu blog, ganhou mais um leitor!

    ResponderExcluir
  17. Vc é católico, né?

    Acho que sim..

    Um abraço !

    ResponderExcluir